terça-feira, 1 de julho de 2014

Cultura [in]Útil

 Sabe aquele momento em que você percebe que seu passado influenciou seu futuro de forma pesada? Pois é.

 Aquelas "besteiras", aqueles desenhos, músicas, filmes que não te deixavam ver, as reuniões de colegas de escola, as saídas... As próprias amizades eram coisa de “segundo plano”.
 Aquele momento em que você não olha pra trás, pois não precisa: O passado já está aqui também, no presente, trazendo consequências, te deixando deslocado. Isolado. Só. Perdido.

 Há momentos em que você pensa que é tarde demais, que já passou o tempo de você aprender essa “cultura inútil” que tanto te fascina, mas de que pouco sabe.
 Entretanto, a vontade de saber sobre elas acaba por crescer mais do que o desânimo. E você acaba percebendo que só precisa de uma direção.


Nunca é tarde demais pra começar!

 - Ana Beatriz V.


2 comentários:

  1. <3

    Eu tenho inveja de pessoas incríveis. Na verdade tenho inveja de todas as pessoas, porque todas são incríveis em alguma coisa, de alguma forma. Mas é inveja boa, não quero tomar isso delas - quero sim, mas shhh -. E a maior inveja que tenho é de pessoas que sabem se expressar em palavras. Eu sou péssimo com isso. Pessoas que conseguem personificar seus sentimentos em palavras, escritas ou faladas, transferindo esses sentimentos para o leitor/ouvinte. Acho incrível, acho lindo. E você faz isso muito bem (:

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sputinik, inveja branca pode SIM. Hahaha! Afinal, eu tenho uma inveja branca arretada de quem faz a marcha imperial com som de disquete, e voce faz isso muito bem. ^^ Haha!
      Todo mundo tem um talento e nenhum é melhor que outro! Eles te fazem ser único! ;)

      Excluir